12 Passos para o Planejamento Estratégico Pessoal e de Pequenas e Médias Empresas

12 Passos para o Planejamento Estratégico Pessoal e de Pequenas e Médias Empresas

Qualquer evolução, seja da sua vida, como profissional liberal, ou da sua empresa, começa por você. Planejamento estratégico é o primeiro passo. O conteúdo deste post faz parte do nosso e-book de Planejamento Estratégico. Faça o download na seção de Conteúdos do site.

Para tomar a decisão certa com base na melhor informação que você possui, é necessário separar um tempo para elaborar seu planejamento estratégico. Se não, você continuará fazendo mais do mesmo. É isso que você quer? Para fazer seu planejamento estratégico, você pode usar centenas de ferramentas diferentes. Mas quais são as perguntas certas a serem respondidas, os passos certos a serem seguidos para criar um plano objetivo e focado na execução? Parece um detalhe, mas saber seguir os passos certos para levantar as informações relevantes é essencial para evitar que você perca tempo, dinheiro e energia.

Neste post fizemos uma lista de 12 passos a serem seguidos para te orientar nesse processo de elaboração do seu planejamento estratégico pessoal, caso você seja um profissional liberal, ou empresarial, caso você possua uma empresa pequena ou média. Nosso objetivo é te provocar a olhar para si mesmo e para o seu crescimento, bem como do seu negócio. Vamos lá?

Passo 1: Defina a sua missão ou a missão da sua empresa

Avalie como uma empresa com suas características atuaria no seu mercado. Redija um parágrafo dizendo como a empresa vai atuar no mercado de acordo com as conclusões acima. Isto é, redija a sua missão ou a missão da sua empresa.

Passo 2: Defina a posição que a empresa ocupará no mercado

Em cada mercado existe mais de uma posição que um profissional liberal ou uma empresa pode ocupar de forma rentável. Ela pode ser um nicho específico do mercado, pode ser a posição da empresa com os produtos de melhor custo, a empresa com os produtos mais desejados, ou uma combinação destas. O importante, é que esta posição esteja alinhada com a missão da empresa ou do empreendedor.

Passo 3: Avalie a força de seus clientes

A força dos seus clientes não deve se manifestar de forma que estes consigam pressionar excessivamente a margem da sua empresa. Poucos clientes que representam grande parte do faturamento é um risco considerável!

Passo 4: Avalie a força dos seus fornecedores

Da mesma forma que em relação aos seus clientes, ter fornecedores fracos não seria um risco para a sua empresa? Não é melhor ter fornecedores fortes que garantam o amanhã do seu negócio? Novamente, se o mercado no qual a sua empresa atua é baseado em um ou mais insumos que são fornecidos por um ou poucos fornecedores, e estes fornecedores ainda possuem a alternativa de vender o insumo para outro mercado, provavelmente estes fornecedores poderão fazer movimentos de elevação dos preços destes insumos reduzindo a margem de todas as empresas deste mercado!

Passo 5: Analise seus concorrentes atuais

A fonte mais comumente entendida de pressão sobre as margens de uma empresa é a pressão dos concorrentes. Por disputarem o mesmo mercado com os mesmos produtos, sua empresa e seus concorrentes podem realizar ações competitivas como cortes de preços e contratos de exclusividade que pressionem a margem de todas as empresas do mercado ao mesmo tempo.

Passo 6: Analise possíveis concorrentes futuros

Mesmo que o mercado da sua empresa hoje não seja tão disputado e as margens estejam satisfatórias, é necessário avaliar a chance de entrada de concorrentes que hoje atuam em mercados complementares ou similares e que podem mudar este cenário rapidamente.

Passo 7: Avalie a concorrência de produtos substitutos

Muitas vezes, não comprará do seu concorrente, mas sim outro produto. Neste caso, a concorrência é de um mercado com outro, não de uma empresa com outra.

Passo 8: Avalie as tendências do mercado

Não importa em qual mercado sua empresa atua, ele sempre estará sujeito a mudanças. Mesmo mercados que por muitos anos foram tidos como estáveis, podem sofrer de repente uma mudança que o alterará por completo.

Estas mudanças podem ser de vários tipos: demográficas, culturais, tecnológicas, etc. Após estas mudanças, provavelmente o mercado se estabilizará em outros patamares e com possivelmente novos concorrentes. É necessário planejar as ações para que a sua empresa acompanhe este ciclo de vida e sobreviva a ele.

Passo 9: Avalie as capacidades da sua empresa

Para que sua empresa ocupe uma posição estratégica que você deseja no mercado, sua empresa deve possuir uma série de capacidades. Estas capacidades estão muito além dos valores, que são o que sua empresa quer fazer. Neste caso, é necessário avaliar, sem paixão, o que ela é capaz de fazer.

Passo 10: Avalie as fraquezas da empresa

Ainda mais difícil do que avaliar quão bem sua empresa consegue realizar determinadas ações é conseguir avaliar sem condescendência quais as características da sua empresa que precisam ser mudadas imediatamente para que esta não possua riscos de negócio tão importantes que ameacem seu futuro a curto, médio e longo prazo.

Passo 11: Planeje e execute projetos para posicionar a empresa

O Plano Estratégico da sua empresa, gerado nos passos anteriores, pode não passar de um pedaço de papel. Para que isso não aconteça, é necessário que sua empresa planeje projetos que eliminarão as fraquezas principais e incrementarão as principais capacidades necessárias para que a empresa ocupe e mantenha a posição estratégica desejada no mercado.

Selecionar e priorizar os projetos certos que melhor atendem à estratégia pensada faz parte da Gestão de Portfólio de Projetos.

Passo 12: Volte ao passo 1

Para que sua empresa esteja sempre bem posicionada no mercado, com rentabilidade, crescimento e segurança, não basta realizar os passos anteriores uma única vez. O mundo dos negócios é muito dinâmico, e se a empresa, de tempos em tempos, não se reavaliar e se reinventar, poderá estar caminhando para a morte. De quanto em quanto tempo depende de cada mercado, mas que deve ser uma prática periódica, não pode haver nenhuma dúvida.

Baixe nossa ferramenta de Análise SWOT para analisar suas forças, fraquezas, ameaças e oportunidades

A análise SWOT é usada em Marketing e Estratégia para avaliar cenários interno e externo de um negócio, produto ou serviço para tomar decisões e aumentar as chances de sucesso. É usada por toda empresa ou pessoa que queira se destacar frente à concorrência.

SWOT é uma sigla para Strenghts (forças), Weaknesses (fraquezas), Opportunities (oportunidades) e Threats (ameaças). Essa ferramenta te possibilita não apenas identificar suas forças, fraquezas, ameaças e oportunidades, como também traçar planos de ação com acompanhamento de prazos. Além disso, te mostra graficamente o resultado da sua análise.

Clique AQUI para baixar a ferramenta gratuitamente!

Assista aulas grátis sobre o assunto

Para se aprofundar mais sobre estratégia e planejamento estratégico, você pode assistir grátis às 3 primeiras aulas do curso online de Gestão Estratégica, ministrado pelo Professor George Jamil. Clique AQUI, veja o conteúdo do treinamento online e clique em Experimentar grátis! 

Siga-nos no YoutubeFacebook, TwitterLinkedIn e Instagram, estamos sempre disponibilizando conteúdo gratuito de qualidade!

0